Redução da Selic pode impulsionar troca de dívida no crédito imobiliário


Adamy Empreendimentos

Com a expectativa de uma queda maior da taxa básica de juros (Selic), os financiamentos imobiliários com taxas pré-fixadas devem impulsionar a troca de dívidas e a tomada de imóveis por parte dos bancos até 2018.

A expectativa do mercado, porém, é de novas concessões. A rolagem de dívida acontece, principalmente, pelo encarecimento do empréstimo na comparação com os juros atuais.

Diferentemente das contratações feitas com base na Taxa Referencial (TR), os financiamentos imobiliários com taxas pré-fixadas até setembro de 2016, por exemplo – quando a Selic ainda estava em 14,25% -, não estão sujeitos às alterações da Selic, que foi cortada para 12,25% no final do mês de fevereiro.

Ainda somada às altas parcelas, está a incerteza em relação à atividade econômica do País e ao índice de desemprego, que ainda deve crescer no primeiro semestre.

“A probabilidade é que em 2018, quando a Selic já mostrar queda mais…

Ver o post original 375 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s