Lançamentos imobiliários caíram 38,4% na região metropolitana de São Paulo


(Piniweb, Aline Rocha) 8/05/2012

Construtoras lançaram 6.327 mil unidades no primeiro trimestre do ano

Os lançamentos residenciais na capital paulista caíram 29,2% nos primeiros meses de 2012, segundo informações da Embraesp (Empresa Brasileira de Estudos de Patrimônio). Até março de 2011, foram 5.133 mil unidades lançadas, enquanto neste ano, o número total é de 3.635 mil. A empresa acredita que estes dados indicam processo de ajuste ao desequilíbrio entre o volume de lançamentos e vendas do ano passado.
Já a arrecadação com as vendas de residenciais novos na cidade subiu 27% no primeiro trimestre deste ano, em comparação ao mesmo período de 2011. De acordo com pesquisa sobre o mercado imobiliário divulgada pelo Secovi-SP nesta terça-feira (8), foram vendidos em 2012 R$ 2,73 bilhões, contra R$ 2,15 bilhões no primeiro trimestre do ano passado.

O Departamento de Economia e Estatística, responsável pela pesquisa, encontrou dado semelhante a respeito do número de unidades vendidas. O aumento na capital paulista foi de 26,6%, com 5.400 imóveis comercializados. De janeiro a março de 2011, foram comercializados 4.265 imóveis. Em relação às vendas anuais (de abril de 2011 a março de 2012), o número foi superior ao mesmo período anterior: 29,4 mil unidades vendidas neste último ano contra 28,3 mil.

As unidades de dois e três dormitórios tiveram participação considerável nas vendas deste primeiro trimestre, com salto de 72,9% para 81,9%. Só os residenciais de dois dormitórios representaram 50% das vendas este trimestre, com 2.702 mil unidades vendidas. Os apartamentos com somente um dormitório foram os que tiveram menor representação nas vendas, com 7,8%.

Região metropolitana
O cenário muda na região metropolitana de São Paulo, que inclui a capital e mais 38 municípios, com queda de 4,5% no período. No trimestre foram vendidas 9.703 unidades, contra 10.162 mil no mesmo período do ano passado. Os lançamentos apresentaram maior queda. Com retração de 38,4%, foram lançadas 6.327 mil unidades (no primeiro trimestre de 2011, este número chegou a 10.277 mil). A pesquisa ressalta que a contribuição de São Paulo nos dados metropolitanos é relevante, pois foi ampliada para 55,65% este ano (em 2011, a cidade representava 41,97% do total de vendas).

De acordo com a pesquisa do Secovi-SP, a perspectiva é de que o mercado busque um equilíbrio entre a oferta e a demanda nos próximos meses, com 5% de redução nos lançamentos e crescimento de 10% nas vendas. O setor também espera melhorias no mercado a partir da redução dos juros, geração de emprego formal e crescimento da renda média.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s