Falta de espaço inspira novo negócio da DCL


(Gazeta do Povo) -06/04/15

Com expertise em condomínios logísticos e imóveis corporativos e comerciais feitos sob medida, a paranaense DCL briga por uma fatia do mercado de self storage de Curitiba

Entregar soluções sob medida às necessidades dos clientes está mesmo no DNA da paranaense DCL Real State, do grupo Demeterco. Consolidada no mercado de galpões comerciais e condomínios logísticos, a empresa usou sua experiência para lançar a D-Espaço e brigar por uma fatia do mercado de self storage de Curitiba. E os planos não param por aí. Em cinco anos, a ideia é liderar o mercado de auto armazenamento na Região Sul.

As metragens cada vez menores dos apartamentos e a necessidade de espaço para armazenar o que não cabe em casa, na garagem ou no escritório fizeram a empresa vislumbrar uma nova oportunidade em um mercado que ainda é bastante tímido no país. O investimento de R$ 2,5 milhões ficou por conta de um retrofit feito para transformar o galpão, antigo centro de distribuição da Rede Mercadorama, na D-Espaço. “É uma necessidade que a maioria das pessoas não sabe que tem”, afirma Paola Noguchi, diretora-geral da DCL Real State.

O espaço recém-inaugurado, de 1,5 mil metros quadrados, é o primeiro de outros selfs que a empresa planeja para Curitiba. Na sequência, a ideia é abrir as portas nas demais capitais do Sul, pautando a expansão por meio de análises de mercado. Não é por acaso, por exemplo, que a D-Espaço fica no bairro Hauer, às margens da Linha Verde. A ideia é aproveitar a verticalização e urbanização da região para impulsionar o negócio, conta Paola.

Preço competitivo
Os contratos mensais, sem taxas, impostos ou necessidade de fiador seguem o padrão do mercado. O espaço abriga 154 boxes que vão de 3 a 20 m². Para guardar seus pertences na D-Espaço, o cliente paga R$ 70 o metro quadrado, um preço competitivo para brigar forte no mercado, avalia Paola. A partir de R$ 200 é possível alugar um box de 3 m², onde é possível guardar tudo que caberia em um apartamento de 30 m². O plano é chegar ao fim de deste ano com 90% dos espaços ocupados.

Para driblar a concorrência, a empresa não focou apenas em preço, mas foi além, agregando novos serviços ao self storage: uma área de trabalho com computadores, wi-fi e sala de reuniões. Segundo ela, o espaço se assemelha muito a um coworking, porém, sem qualquer custo adicional ao cliente.

A D-Espaço se soma a outros investimentos da DCL estimados em mais de R$ 20 milhões para 2015. O principal deles é o novo condomínio logístico Armazém 3, em fase de construção e orçado em R$ 15 milhões. Apesar das más previsões no cenário econômico, Paola garante que há espaço para crescer em 2015, embora num ritmo menor. Nesse período de desaceleração do setor imobiliário, a DCL Real State comemora índices de vacância dos seus empreendimentos abaixo da média do mercado. “Não temos nem vacância técnica. Isso nos anima a tocar novos projetos. O Armazém 3 estamos fazendo no especulativo, mas estamos seguros”, afirma.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s