Cingapura cria concreto mais flexível e confronta asfalto


(Blog Massa Cinzenta) – 13/10/16

Material foi batizado de ConFlexPave e pode ser pré-fabricado em formato de placas, facilitando a instalação e a manutenção em rodovias

A Universidade Tecnológica de Nanyang, em Cingapura, desenvolveu um novo tipo de concreto que pode confrontar diretamente o asfalto como revestimento para ruas e rodovias. O invento é mais flexível que o concreto convencional, porém conservando as principais características do material: resistência e durabilidade. Para chegar a essas propriedades, os pesquisadores Chu Jian, Koh Chwee e Yang En-Hua procuraram compreender como os componentes dos materiais interagem uns com os outros mecanicamente em um nível microscópico.

Assim, chegaram ao ConFlexPave. Trata-se de concreto autoadensável misturado com microfibras de um tipo de polímero desenvolvido no centro industrial de infraestrutura e inovação da Universidade Tecnológica de Nanyang. A inclusão deste material sintético permite que o concreto ganhe maior flexibilidade, além de melhorar a resistência à derrapagem dos pneus. “Os materiais duros do ConFlexPave criam uma superfície com textura antiderrapante, enquanto as microfibras, mais finas que a espessura de um cabelo humano, distribuem melhor a carga através de toda a laje”, explica Yang En-Hua.

Os testes em laboratório mostraram também que o novo material tem flexibilidade quatro vezes superior à do concreto convencional. A partir destas características do ConFlexPave, o professor Chu Jian acredita que pode ser inaugurada uma nova era do pavimento em concreto. “Definitivamente, ele se torna capaz de ser tão competitivo quanto o asfalto, mas com a vantagem de ser mais durável e podendo ser instalado por placas, no sistema plug-and-play”, afirma.

Este processo de instalação é possível por que o ConFlexPave pode ser pré-fabricado em forma de placas com espessura de até 5 centímetros, facilitando o transporte e o tempo necessário para a pavimentação de estradas. “Desenvolvemos um novo tipo de concreto, que pode reduzir significativamente a espessura e o peso das lajes de pavimento pré-fabricado. Portanto, permite instalação rápida, onde novas lajes de concreto preparadas fora do local podem facilmente substituir as desgastadas”, avalia Koh Chwee.

Testes durante três anos
Agora, o ConFlexPave será submetido a testes durante três anos na Universidade Tecnológica de Nanyang. Serão construídas uma pista e uma calçada com o material. O objetivo é convidar a indústria automobilística a avaliar o desempenho de seus veículos no concreto flexível. Após essa coleta de resultados, a expectativa é de que até 2020 ele possa começar a ser usado como alternativa ao asfalto para pavimento rodoviário. “Neste período de tempo estaremos formando mais engenheiros para absorver a tecnologia do ConFlexPave”, garante Yang En-Hua, já que a infraestrutura da Universidade Tecnológica de Nanyang permite aprofundar os estudos do material.

A universidade de Cingapura é considerada atualmente a 13ª melhor do mundo. Com 33.500 estudantes de graduação e pós-graduação, ela forma engenheiros, administradores, economistas e profissionais nas áreas de ciências sociais e humanas, além de médicos. As pesquisas sobre o ConFlexPave contam com investimento governamental, através de seu departamento de infraestrutura rodoviária, e empresas privadas ligadas ao transporte de cargas.

Contatos
MediaEnquiry@ntu.edu.sg
www.jtc.gov.sg

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s