Moeda digital ganha força no setor imobiliário


Adamy Empreendimentos

O uso de criptomoedas na compra de imóveis tem crescido no país. Empreiteiras como a paulista Tecnisa, a mineira Katz e a paranaense Valor Real são algumas que já aceitam bitcoins como forma de pagamento.

A Tecnisa foi a pioneira na transação em criptomoedas no Brasil, em 2014. Por três anos, contudo, nenhum imóvel foi comprado usando as moedas digitais. “Na época conseguimos ganhar visibilidade, mas não vendemos nenhuma unidade”, conta Romeo Busarello, diretor de marketing da Tecnisa.

O cenário começou a mudar no fim do ano passado. Em 2017, o bitcoin chegou a atingir valorização de 1.751%. Hoje, vale aproximadamente R$ 28 mil.

Um apartamento de cerca de R$ 280 mil, por exemplo, custaria o equivalente a “apenas” 9,82 bitcoins. Foi esse o preço em reais do apartamento mais barato vendido pela Tecnisa em criptomoedas.

“De novembro do ano passado até agora, vendemos 16 apartamentos dessa forma”, diz Busarello…

Ver o post original 345 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.