Menino de 12 anos investe na compra de apartamento


(Gazeta do Povo) – 02/07/2008


Vinte dias. Este foi o período necessário para vender todos os 320 apartamentos do condomínio residencial Vivare, que será construído no Bacacheri pela DCG (Doria, Goldsztein e Cyrela). Grande parte dos compradores tem a intenção de morar, mas pelo menos 40% compraram para investimento. Um deles, que reforçou a venda relâmpago e chamou a atenção dos corretores, é Gabriel Pinheiro dos Santos, de 12 anos. Como é menor de idade, o apartamento de R$ 119 mil ficará em nome do avô, mas é do bolso de Gabriel que sairá mais da metade do pagamento de R$ 7 mil iniciais, parcelados até maio do ano que vem.

Para Gabriel, está tudo calculado. Parte do dinheiro é de um plano de previdência privada que a mãe paga para ele e a outra de rendimentos em ações que ele mesmo tem em um banco. “Quando acabar meu avô vai me ajudar, mas acho que até lá terei mais dinheiro”. A intenção, segundo ele, é vender o apartamento antes de junho de 2009, quando terá que pagar mais R$ 4 mil.

Para a família, a decisão de Gabriel não foi uma surpresa, já que ele desde cedo gosta de cálculos e aprendeu com o tio sobre ações. Além disso, investir em imóveis é um hábito familiar. A segurança aparece também quando Gabriel fala do futuro: “Primeiro quero ser jogador de futebol. Depois vou fazer uma faculdade de economia ou administração e abrir um empresa.”

O Vivare é o primeiro empreendimento do grupo DGC em Curitiba, com a marca Living. “O sucesso das vendas se deve à qualidade do empreendimento e espaço de lazer com mais de dez itens, preço adequado e opção de pagamento facilitado pelo financiamento de 80% do valor do imóvel em até 30 anos”, diz o diretor comercial da Galvão Planejamento Imobiliário e Vendas, Gerson Carlos da Silva, que junto com a imobiliária Lopes Dirani foram as responsáveis pela comercialização das unidades.

Os apartamentos foram vendidos entre R$ 102 mil e R$ 128 mil. As obras devem ser iniciadas em novembro deste ano e a entrega está prevista para dezembro de 2010.

A DGC é formada pela paranaense Doria e a joint venture entre as incorporadoras Goldsztein e Cyrela. O escritório Dória Lopez Fiuza Arquitetos Associados é responsável pelo projeto arquitetônico do Vivare.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s