Cidade do México constrói série de empreendimentos em antigas áreas industriais


(Pineweb, por Renato Faria) 29-04-2010

PINIweb acompanha visita técnica para conhecer as medidas de remediação das regiões contaminadas e de sustentabilidade das construções.

Realizado em abril na Cidade do México, o Holcim Forum for Sustainable Construction reuniu profissionais de todo o mundo para apresentar e debater soluções que minimizem os impactos ambientais decorrentes das atividades produtivas do segmento da Construção Civil. A PINI esteve no evento e participou das palestras e excursões realizadas durante o período. Destaque para a visita aos bairros de Azcapotzalco e Nuevo Polanco, onde diversos empreendimentos estão sendo executados em antigas áreas industriais. Confira alguns projetos apresentados na excursão técnica:

Tecnoparque
Localizado no antigo bairro industrial de Azcapotzalco, na Cidade do México, o Tecnoparque (foto) é um condomínio empresarial construído em um terreno onde funcionava uma fábrica de autopeças para ônibus e caminhões. Ao apresentar o projeto do empreendimento ao poder público, os investidores se depararam com algumas condições impostas pela prefeitura. Por um lado, a cidade não aumentaria a quantidade de água fornecida ao lote; por outro, não teria condições de tratar o esgoto produzido pelo condomínio, pois o bairro não conta com infraestrutura de coleta. As limitações obrigaram o empreendimento a reciclar toda a água consumida, reaproveitando-as em atividades internas. Foi implantado um sistema de tratamento de águas residuais, que são reutilizadas na irrigação dos jardins externos do Tecnoparque. Outro sistema, de captação, armazenamento e filtragem de águas pluviais, viabilizou o escoamento do material coletado diretamente para o lençol freático, 65 m abaixo do nível do terreno.

Parque bicentenário
O Parque Bicentenário ocupará o espaço em que funcionava uma refinaria da Pemex, também na Cidade do México. A intervenção no terreno começou pela descontaminação do solo, que apresentava alta concentração de benzinas, realizada pela ex-proprietária da área. A remediação, feita in loco, incluiu técnicas como lavagem de solo e aspersão de gases. O parque também contará com uma central de tratamento de água, e a iluminação das vias será feita com lâmpadas alimentadas por painéis solares. O projeto está sendo desenvolvido por um consórcio que inclui o escritório do arquiteto mexicano Ricardo Legorreta.

Nuevo Polanco
A recuperação de antigas áreas industriais também ocorre no bairro de Nuevo Polanco. A região era ocupada por fábricas – General Motors e Chrysler, por exemplo – localizadas às margens de uma ferrovia de Cuernavaca. Com a desconcentração industrial na capital mexicana, essas áreas foram abandonadas. Sua localização privilegiada na cidade, porém, atraiu a atenção de incorporadores, que começaram a instalar ali novos condomínios comerciais e residenciais. O rápido crescimento do mercado imobiliário no bairro, contudo, agravou os problemas de trânsito na região – fato que, recentemente, tem freado novos investimentos. Ainda assim, Nuevo Polanco abriga um dos maiores empreendimentos imobiliários em execução na América Latina, a Plaza Carso. Realizado pelo Grupo Carso, do bilionário Carlos Slim, o complexo de uso misto contará com imóveis residenciais, comerciais, de escritórios e o Museu Soumaya.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.