A casa toda ao alcance dos dedos


(Gazeta do Povo) – 20/02/11

Integração de sistemas é a tendência da automação residencial. Aparelho mais cobiçado e comentado nos últimos meses, o iPad conquista espaço nesse mercado

Controlar iluminação, persia­nas, sistemas de som e vídeo e ar condicionado sem le­­van­­tar da poltrona, ou até mesmo longe de casa, é um sonho realizável com a im­­plantação de um sistema de automação residencial. As primeiras tecnologias deste tipo foram lançadas há cerca de 10 anos. De lá pa­­ra cá, o desafio do mercado tem sido integrar as várias funções e facilitar a operacionalidade. A simplificação implica, basicamen­te, em fazer com que as automações elétrica e multimídia (som e vídeo) “conversem” em um mesmo tipo de controle.

Fábio Schwanke, sócio da X-Home, em um estande da construtora Partilha: automação para uso racional da energia

Outra novidade dessa tecnologia é o uso do iPad. Com interface amigável, ele tem sido um dos mais escolhidos para a integração – possibilitada a partir de um aplicativo no qual são feitos os co­­mandos. “Os ícones grandes e au­­toexplicativos facilitam a visualização. Além disso, a execução com toques leves centraliza no aparelho todos os comandos e evita a aquisição dos painéis de controle apenas para automação”, diz o en­­genheiro eletricista Fábio Schwan­ke, sócio da X-Home.

Os modelos de aparelhos 3G permitem, ainda, que o morador ajuste as configurações da casa en­­quanto estiver longe dela. “O aplicativo é totalmente personalizável, permitindo que se crie uma in­­terface única para o usuário”, afir­­ma o engenheiro.

A empresa americana Savant, que desenvolveu o controlador de automação, tem parceria com a Apple. Todo novo produto lançado pela empresa de Steve Jobs tem um aplicativo disponível para automação residencial.

Pensando na característica mul­­tifuncional do iPad – o tablet servirá também para as crianças jogarem ou para ler um ebook, jornais e revistas –, a empresa desenvolveu uma doca de fixação do equi­­pamento na parede. “Esta é uma ótima opção para uso do iPad no home theater ou hall. É possível removê-lo do suporte e levar o dispositivo a qualquer lugar da casa”, diz Schwanke.

Um aplicativo semelhante, com as mesmas funções, está disponível para o iPhone, celular da Apple. Nos casos em que há automação de segurança, é possível, por exemplo, abrir o portão com um toque no telefone.

A mais alta tecnologia tem seu preço: de acordo com Schwanke, o controle de automação via iPad não sai por menos de R$ 25 mil. “Mas deve-se considerar que terá um produto multifuncional. Em alguns sistemas, apenas os painéis touchscreen para automação chegam a custar R$ 30 mil e toda a instalação passa dos R$ 50 mil”, diz.

Outras opções
Um controle remoto universal di­­gital e altamente tecnológico é capaz de controlar cenas luminotécnicas e o funcionamento do home theater. “Pode-se aposentar os controles da tevê e blu-ray e acessar tudo por um equipamento só”, afirma o proprietário da In Home, especializada em au­­tomação de som e vídeo, Jair Lopes.

A comodidade, garante o em­­presário Eudes Moraes – usuário do produto há dois meses –, é o principal benefício. “A tecnologia será cada vez mais presente e tê-la de forma acessível é o que todos de­­sejam”, comenta.

No projeto de Moraes, o controle reúne as funções da automação de iluminação, áudio e vídeo para todo o apartamento – com som ambiente até nos banheiros. Os interruptores e o painel fixo na parede servem para acionar as oito cenas de iluminação. “A automação não é o mais caro nesse tipo de projeto. Os equipamentos de som e vídeo é que têm grande di­­ferença de preço. A partir de R$ 2 mil é possível fazer a automação integrada de home e iluminação”, afirma Lopes.

Economia
Algumas construtoras, especialmente as focadas no alto padrão, já oferecem itens de automação incluídos no projeto. Para o diretor comercial e de marketing da construtora Partilha, Antônio Car­­los Marques Junior, essa é uma necessidade do mercado. “Muitos clientes procuram por isso por te­­rem a consciência do uso racional de energia e por quererem explorar a tecnologia.”

De acordo com Fábio Schwanke, da X-Home, pelo menos 80% da automação residencial está focada no consumo de energia. “Contro­lan­­do a intensidade das lâmpadas e desligando automaticamente equipamentos eletrônicos após determinado período sem uso, há uma economia substancial”, aponta.

Controle
Usar o conceito de rede elétrica inteligente – fazendo com que a automação “converse” com um gerenciador de consumo instalado na porta do quadro de disjuntores – ajuda no controle da conta no fim do mês. O equipamento permite visualizar e monitorar o consumo 24 horas por dia em quilowatts ou mesmo em reais. “A família identifica onde há desperdício. Este é o início para a adoção de novos hábitos”, afirma o sócio da iHouse, Leonardo Senna. A em­­presa é fabricante do Snapgrid, sistema que promete redução de 20% no uso de eletricidade depois que a família entende seu perfil de consumo.

Snapgrid: aparelho monitora o consumo de energia em casa

Embora ainda distantes de projetos populares, Schwanke afirma que os itens de automação serão popularizados nos próximos anos. “A tecnologia sem fio permite a instalação em casas prontas, sem a necessidade de reforma, Comer­cializando em massa, o preço cai.”. De acordo com Schwan­­ke, com investimento de R$ 5 mil é possível instalar (in­­cluindo o sistema de controle nos interruptores) automação luminotécnica em uma sala de cerca de 20 metros quadrados.

Dicas
A automação residencial bem planejada otimiza o funcionamento não apenas do sistema de áudio e vídeo, mas de todos os equipamentos da casa. E ainda ajuda a economizar energia. O segredo, dizem os especialistas, é planejar um sistema que atenda todas as necessidades da casa hoje e no futuro. Veja algumas dicas.

Expansão
Pense na capacidade de expansão do sistema: em cinco anos, a rotina doméstica será diferente e a tecnologia continuará evoluindo. Há ainda, a possibilidade de ampliação da casa. Essas situações devem constar no projeto inicial. Soluções sem fio, compatíveis com os equipamentos cabeados, ajudam neste momento.

Atualizações
O que faz tudo funcionar é um software. Quanto mais sofisticado for, mais ações o sistema poderá executar. Por isso, antes de compra certifique-se de que o fabricante oferece atualizações de software constantemente.

Acesso remoto
Planos e necessidades mudam quando se está fora de casa. É importante, nessa hora, poder se comunicar remotamente com o sistema de automação. Eventuais reparos e reconfigurações a distância demandam menos tempo e dinheiro.

Anúncios

3 comentários sobre “A casa toda ao alcance dos dedos

  1. Pingback: Melhores Posts do Setor Imobiliário – 18 a 24/02 | Notícias sobre o mercado imobiliário brasileiro

  2. Pingback: A casa toda ao alcance dos dedos | HIPERNEWS

  3. Pingback: Especial Melhores Posts do Setor Imobiliário – 1 ano (parte 2) - Blog.VivaReal.com.br

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s