BRMalls vende participação em três shoppings


(O Globo) – 06/10/15

Operações fechadas com fundos imobiliários somam R$ 318 milhões

A BRMalls anunciou nesta segunda-feira a venda de participações em três shoppings, totalizando R$ 318 milhões. A operação inclui a venda de 44% dos 95% que detém no Paralela Shopping (BA) e as fatias que detinha nos cariocas West Shopping e Center Shopping, de 30% em cada. Eles foram adquiridos pelos fundos de investimento imobiliário Vinci FII, da Vinci Partners, e BRL II, que pertence ao fundo de pensão canadense PSP, segundo documento de aprovação do negócio emitido pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

A operação aprovada sem restrições pelo Cade em julho inclui ainda a venda de 70% da participação da BRMalls no Crystal Plaza, em Curitiba, aos mesmos fundos.
— A compra do Crystal Plaza também foi realizada. Mas a manutenção do negócio depende da performance do shopping este ano. Se ficar abaixo de um patamar definido, o contrato pode ser desfeito — explica uma fonte próxima à negociação.

Procurada, a BRMalls respondeu por nota que “a companhia só divulga informações sobre negócios concretizados e comunicados ao mercado”.

AÇÕES SUBIRAM 2,18% NA SEGUNDA-FEIRA
Maior empresa do setor de shoppings no país, a BRMalls — agora com 46 empreendimentos em sua carteira — anunciou ao mercado que “as vendas de participação reforçam a estratégia da companhia de reciclagem de portfólio de forma a gerar valor aos seus acionistas”. Destacou ainda o foco em tornar a companhia mais rentável: “Essa operação possibilita que a BRMalls utilize os recursos provenientes da venda para otimizar sua estrutura de capital e para investimentos que possuam maior rentabilidade”. O anúncio teve impacto positivo nas ações da companhia na Bolsa de Valores de São Paulo. O papel encerrou o dia de ontem valendo R$ 10,76, com alta de 2,18%.

Relatório do Banco Votorantim destaca que a venda de participação está em linha com a estratégia da BRMalls de renovação de portfólio, se desfazendo do que tem menos controle ou participação, e ampliando sua estrutura de capital. “Damos boas-vindas às notícias (da BRMalls) já que estimamos em 9,7% a taxa de retorno (desses três shoppings), abaixo da atual taxa de retorno média apresentada pelas ações da companhia, de 10,1%”, diz o relatório do Votorantim.

Para Jorge Inafuco, diretor associado da PwC em varejo e consumo, a estratégia faz sentido por se tratar de um setor em que os investimentos são avaliados pelos resultados que devem trazer em médio e longo prazos:
— A venda de ativos que apresentam desempenho abaixo da média da companhia torna a operação mais saudável. Traz recursos que podem ser usados para adquirir outros shoppings com taxa de retorno superior.

Em meio à crise, o setor imobiliário vem se tornando mais atrativo, sobretudo para investidores estrangeiros, diz Inafuco:
— Se considerarmos a alta do dólar de R$ 2,80 para o patamar de R$ 4, os imóveis, e os shoppings aí incluídos, ganharam competitividade de ao menos 40% em moeda americana.

A BRMalls comprou suas participações no West Shopping e no Center Shopping em 2008 por R$ 126 milhões. Juntos, foram vendidos por R$ 161,4 milhões. Em 2011, adquiriu 95% do Paralela. Na época, o valor proporcional pago por 44% do shopping foi de R$ 110 milhões. Agora, essa fatia foi comprada por R$ 156,6 milhões. Nos 12 meses terminados em junho, a companhia vendeu três shoppings: Big Shopping (MG), Mueller (PR) e Fashion Mall (RJ).

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s