5 itens que fizeram a demanda por metragem em imoveis residenciais cair no Brasil nos ultimos 2 anos


(MARCUS ARAÚJO, PRESIDENTE DA DATASORE) – nov/16

Se você trabalha no mercado imobiliário, seja lá qual for a fase do negócio, da prospecção ou projeto até às vendas, tem que ficar atento ao que vou escrever neste breve artigo.

O conteúdo abaixo foi observado em mais de 500 pesquisas de mercado entregues para incorporadores e loteadores de todo o Brasil nos últimos dois anos.

Após alguns anos de observações e olhando os resultados das pesquisas realizadas recentemente podemos afirmar que a demanda por m2 de área privativa de apartamentos e lotes urbanos ou em loteamento fechado caiu no Brasil inteiro, e caiu mais do que se possa imaginar.

Os 5 principais fatores que contribuíram com esta retração. destaco abaixo, da forma mais objetiva possível:

1-A partir de 2000 iniciou-se um grande movimento de ocupação de vagas de trabalho por mulheres que apesar de terem maior histórico de estudo que os homens, tinham menos espaço no mercado de trabalho, o que parecia realmente um contrassenso. Os novos postos de empregos criados de forma mais estruturada a partir de 2003 fez as mulheres ocuparem seu espaço.

2-Os casais passaram a se casar mais tarde, algo em torno dos 30 a 32 anos para as mulheres e 34 a 36 para os homens com primeiro filho chegando na vizinhança dos 38 a 40 anos para os homens. A maioria das pesquisas da Datastore registra tamanho de família em torno de 3,4 a 3,6 indivíduos, chegando a 2,9 na região Sul.

3-Os empregados domésticos se qualificaram e ficaram mais caros com a geração de mais impostos, fazendo com que muitas novas famílias já abram mão de empregados mensalistas e utilizem diaristas de 1 a 2 vezes na semana como solução.

4-Infelizmente as pessoas estão circulando menos dentro dos imóveis, bem como nas áreas de lazer dos empreendimentos. Isso porque, a vida digital mais intensa acaba deixando muita gente concentrada em redes sociais, comunidades digitais, jogos ou aplicativos de mensagens. Pegar um limão no limoeiro para fazer o suco do almoço ficou na década de 70, hoje o suco está na caixinha na geladeira e quem pegava o limão antes está com smartphone na mão acessando algum conteúdo instantâneo como este artigo.

5- A crise financeira desde 2013 diminuiu o poder aquisitivo dos compradores de imóveis, fazendo com que abram mão de 10% a 20% da área privativa pretendida para poderem adquirir de forma definitiva um imóvel.

Assim, surgem novas demandas com metragens menores e manutenção dos programas imobiliários pretendidos.

Acredito que a maior demanda em 2017 será algo com metragens entre 54 m2 com 2 dormitórios ao 3 suites com 98 m2 para apartamentos. E lotes cada vez menores. Um loteamento fechado premium que antes tinha 500 m2 de área privativa, agora tem demanda em torno de 400 m2 a 420 m2. E ainda tem novidades como o terreno de 250 m2 com clube sofisticado e portaria imponente sendo vendido a R$ 800,00/m2 e nos nos loteamentos abertos, 160 m2 a 175 m2.

Enfim, se você está em processo de desenvolvimento de um novo produto imobiliário, fique muito atento a estas mudanças. Uma pesquisa da Datastore resolve isto em apenas 35 a 45 dias e seu novo produto imobiliário para 2017 poderá sair exatamente dentro da expectativa de seu novo público, e mais: no melhor preço/m2 de largada para o melhor desempenho de velocidade. É isso que fazemos!

Anúncios

Um comentário sobre “5 itens que fizeram a demanda por metragem em imoveis residenciais cair no Brasil nos ultimos 2 anos

  1. Pingback: 5 itens que fizeram a demanda por metragem em imoveis residenciais cair no Brasil nos ultimos 2 anos — Mercado Imobiliário – Adamy Empreendimentos

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s