Maluí Ilha do Sol Hotel e Resort


(www.teixeiraholzmann.com.br)

Com investimentos previstos da ordem de R$ 40 milhões na primeira fase, o Maluí Ilha do Sol Hotel Resort inova pelo projeto arrojado que vai proporcionar aos hóspedes a possibilidade de adquirir um apartamento ou bangalô em um resort cinco estrelas a menos de uma hora de Londrina. As obras de infraestrutura já começaram em plena Ilha do Sol, localizada entre os municípios de Primeiro de Maio e Sertaneja, no norte do Paraná, próximo à divisa com São Paulo.

O hotel está sendo construído em uma ilha fluvial, na represa Capivara, no encontro dos Rios Tibagi e Paranapanema. O local é ideal para pesca e esportes náuticos, uma vez que o leito dos rios tem nada menos de que 200 Km de estirão navegável, sendo que Represa apresenta mais de 500 Km quadrados de lâmina d’água. O empreendimento prevê 200 apartamentos com capacidade para até 1000 hóspedes/dia e toda infraestrutura de um resort de nível superior.

A grande inovação do Maluí Ilha do Sol é que 100 apartamentos estão sendo comercializados diretamente pela Teixeira Holzmann pelo chamado Sistema Fracionado de Compra de Imóvel, ou seja, cada unidade será escriturada para 13 proprietários, que terão direito a quatro semanas por ano de férias durante toda a vida. Dessa forma o proprietário fará um investimento baixo, com possibilidade de parcelar o valor em parcelas mensais. Na prática os proprietários comprarão (com escritura) uma fração do apartamento, que lhe dará o direito de uso de quatro semanas no ano, sendo uma em alta estação, uma na média temporada e duas na chamada baixa estação. A administração do hotel vai alternar a ordem de escolha dos direitos de uso para que todos possam usufruir de maneira equilibrada.

As unidades menores terão 41 metros quadrados e capacidade para até quatro pessoas. Quem preferir poderá optar por unidades para até oito pessoas (80 metros quadrados) ou ainda os bangalôs ∼ unidades térreas de 92 metros quadrados. Pelas regras do Sistema Fracionado, os proprietários poderão utilizar, vender e ainda colocar seu direito de férias para ser locado no “pool” ou ainda comercializar diretamente suas quatro semanas anuais.

O hotel, cujas obras estão previstas para durarem três anos, contará com piscina com lâmina d’água de 2,5 mil metros (inclusive com água aquecida), SPA, Centro Náutico, Cinema, quadras poliesportivas e Centro de Convenções. Outra novidade é a Vila Mauí (praça com bancas de artesanato, quiosques e boxes de alimentação – que servirá de ponto de encontro dos hóspedes e para os proprietários dos lotes).

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s