QuintoAndar começa compra e venda de apartamentos no Rio


(Estado de S.Paulo) – 03/08/20

A startup QuintoAndar lança nesta segunda-feira, 3, um novo serviço no Rio de Janeiro: o de compra e venda de apartamentos. Conhecida por atuar no setor de aluguel de residências, a empresa começou a intermediar transações de compra e venda de imóveis no final de 2019 em São Paulo, onde está sua sede.

“Vamos começar a captar imóveis nesta segunda-feira, mas também já teremos opções para compra”, diz Vicente Batista, líder da divisão responsável por compra e venda de apartamentos na empresa. “Uma base grande de pessoas que fazem aluguel também querem vender seu apartamento, além de termos um público de potenciais vendedores que nos procurou nos últimos meses.”

Segundo Batista, a boa experiência na capital paulista levou à expansão. “Mesmo durante a pandemia, vimos interesse por esse tipo de negócio e decidimos que era hora de avançar”, diz. Por enquanto, o serviço estará disponível nas zonas sul e central da cidade, com imóveis avaliados entre R$ 150 mil e R$ 3 milhões – a empresa não abre o número do total de anúncios e afirma que estará restrita ao município do Rio, sem anúncios em cidades próximas, como Niterói. Segundo Batista, o QuintoAndar cobra 6% de comissão pela intermediação da venda do imóvel, prática em linha com o que é comum no mercado atualmente.

“A diferença é que nós tentamos verticalizar vários serviços que estão fragmentados. Pegamos o comprador pela mão quando ele quer comprar o imóvel e só soltamos quando o vendedor recebeu seu dinheiro”, explica o executivo, que comanda uma equipe que gira em torno de 70 pessoas. Ele afirma que, nos últimos meses de operação em São Paulo, a empresa conseguiu realizar, em média, 50 dias após da publicação de um anúncio. Na capital paulista, a startup afirma ter conseguido vender “centenas de imóveis”.

Companhia
Na capital fluminense, além de enfrentar o mercado tradicional de compra e venda de imóveis, o QuintoAndar também terá a companhia da Loft, startup de compra, reforma e venda de imóveis que começou atuar no Rio de Janeiro recentemente.

Para Batista, a disputa não é um problema. “É um mercado muito grande. Até começamos a esbarrar com outras empresas vai demorar, hoje estamos focados em melhorar a experiência do usuário”, afirma o executivo.

Ele ressalta que o modelo das duas companhias é diferente – a Loft faz reformas e revende os imóveis, enquanto o QuintoAndar intermedia as transações. As duas são as principais “proptechs” (startups do setor imobiliário) do País e são consideradas unicórnios, avaliadas acima de US$ 1 bilhão.

Segundo Batista, não há previsão de expansão para outras cidades. “Nossa meta é, um dia, ter compra e venda em todas as cidades que fazemos aluguéis, mas são dois negócios com características diferentes”, afirma.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.