Rossi quita dívida de R$ 110 milhões com RB Capital

(Valor Econômico) - 29/06/17 A Rossi Residencial quitou dívida de R$ 110 milhões com a RB Capital por meio de dação de imóveis prontos. A operação possibilita diminuição imediata de sua alavancagem, despesas financeiras e custo de carregamento de estoque, segundo a Rossi. A dívida resultou de operações de crédito contratadas desde 2011, em que … Continue lendo Rossi quita dívida de R$ 110 milhões com RB Capital

Anúncios

Rossi divulga prejuízo de R$ 142 milhões

(Valor Econômico) - 13/06/16 A redução das vendas da Rossi Residencial, no primeiro trimestre, os distratos ainda elevados - apesar de menores - e a queda de repasses resultaram na piora dos seus resultados. A incorporadora teve prejuízo líquido de R$ 142,2 milhões, de janeiro a março, 10,2% superior ao do primeiro trimestre de 2015. … Continue lendo Rossi divulga prejuízo de R$ 142 milhões

De cada 100 imóveis vendidos, 41 foram devolvidos às construtoras em 2015

(Estadão) - 11/01/16 Se o setor imobiliário tivesse de escolher uma palavra para se lembrar de 2015, ela certamente seria "distrato" - jargão usado pelas empresas, e agora também conhecido dos consumidores, para devolução de imóveis comprados na planta. Esse foi o pesadelo de incorporadoras e proprietários de imóveis novos no ano passado, quando o … Continue lendo De cada 100 imóveis vendidos, 41 foram devolvidos às construtoras em 2015

De volta, após 15 anos, Paim tenta salvar a Rossi

(Estadão) - 09/11/15 Em crise. Nos últimos três anos e meio, a incorporadora da família Rossi acumulou prejuízos maiores do que o montante que lucrou desde a abertura de capital, em 1997; endividada, a empresa passa por uma reestruturação, conduzida por um dos sócios-fundadores Dez anos antes do frenesi que levou as incorporadoras imobiliárias para … Continue lendo De volta, após 15 anos, Paim tenta salvar a Rossi

Rossi encerra 1º semestre sem fazer lançamentos

(Valor Econômico) - 13/08/15 A Rossi Residencial encerrou o primeiro semestre sem lançar empreendimentos, em linha com sua estratégia de aguardar mais visibilidade do mercado para apresentar novos produtos. A incorporadora tem mantido as atenções na venda de unidades prontas, na desmobilização de ativos e na geração de caixa. Link para matéria completa: http://www.valor.com.br/empresas/4177882/rossi-encerra-1-semestre-sem-fazer-lancamentos

Estratégias de incorporadoras para acelerar vendas são questionadas

(Valor Econômico) - 22/07/15 Na tentativa de acelerar vendas e evitar mais rescisões neste momento, incorporadoras têm lançado mão de uma série de estratégias por vezes, questionáveis para queimar os imóveis em estoque. As manobras vão desde financiamento direto, em que a incorporadora assume o papel do banco no financiamento ao cliente; bônus para quem … Continue lendo Estratégias de incorporadoras para acelerar vendas são questionadas

Reação do mercado imobiliário só deve vir a partir de 2016

(Época Negócios) - 13/07/15 Os plantões de vendas de imóveis devem continuar pouco movimentados, pelo menos, até meados do ano que vem, de acordo com empresários e analistas ouvidos pela Agência Estado. A retomada de lançamentos e do comércio de unidades novas só deve vir com uma recuperação de cenário macroeconômico, quando a oferta de … Continue lendo Reação do mercado imobiliário só deve vir a partir de 2016

Brookfield, Rossi e PDG estão entre as empresas com maiores prejuízos na Bolsa de Valores em 2014

(Construção, Mercado) - 15/04/15 Construtoras compõem a lista das 20 companhias de capital aberto que mais registraram perdas. Veja o desempenho das outras empresas do setor listadas na bolsa As construtoras Brookfield, Rossi e PDG Realty estão entre as empresas de capital aberto que apresentaram os maiores prejuízos em 2014, de acordo com levantamento da … Continue lendo Brookfield, Rossi e PDG estão entre as empresas com maiores prejuízos na Bolsa de Valores em 2014

Construtoras revisam planos após vendas fracas e estoque elevado em 2014

(Folha de São Paulo) - 25/03/15 As vendas de imóveis residenciais fracas no ano passado impactaram nos planos das construtoras. Para as empresas, o foco em 2015 será zerar a quantidade de imóveis "encalhados" e avaliar novos projetos com cautela. A Gafisa –que teve seu lucro comprometido pelo fraco desempenho do segmento Tenda, de habitação … Continue lendo Construtoras revisam planos após vendas fracas e estoque elevado em 2014

Rossi: Queda das ações na bolsa é exagerada, diz presidente

(Agência Estado) - 12/12/14 As ações da incorporadora Rossi Residencial voltaram a sofrer uma queda acentuada na BM&FBovespa. Os papéis da companhia recuaram 11,97% nesta quinta-feira e encerraram o dia cotados a R$ 2,06. Já no acumulado do ano, a depreciação atingiu 79,8%. O diretor superintendente da Rossi, Leonardo Diniz, disse que a queda é … Continue lendo Rossi: Queda das ações na bolsa é exagerada, diz presidente